Kaingangs participam de roda de conversa na UCPel

“O que é ser índio hoje?” foi o tema abordado na roda de conversa proposta pelo Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Política Social, Cidadania e Serviço Social da Universidade Católica de Pelotas (GEPCIS/UCPel) com os índios Kaingangs. A atividade realizada na quarta-feira (19) teve como objetivo expor a realidade e o dia a dia da tribo indígena. O cacique Pedro Salvador participou do evento com sua esposa e filhos. Em sua fala, ele expôs as dificuldades encontradas e as transformações ocorridas na vida indígena nas últimas décadas. “Hoje nós somos iguais a vocês”, disse. Diversas histórias e curiosidades de gerações passadas também foram relatadas pela família. Na avaliação do cacique, o evento foi importante por proporcionar aos acadêmicos um conhecimento real da forma como os índios vivem nos dias atuais. “Nosso papel aqui é contribuir para os estudos dos alunos e responder todas as suas dúvidas sobre a nossa cultura”, explicou.De acordo com a professora do curso de Serviço Social, Vini Rabassa, a atividade foi uma forma de transmitir aos acadêmicos a importância de se aproximar e apoiar a cultura indígena para a sua preservação. Para a aluna do Serviço Social e bolsista do GEPCIS/UCPel, Beatriz Matias, o evento proporcionou a troca de conhecimento, o que contribuirá futuramente para a sua atuação profissional. “Atividades como esta promovem a troca entre o saber popular e o saber acadêmico”, comentou.foto da notícia