O projeto Laboratório do Júri, promovido pelo curso de Direito da UCPel, chega a sua sétima e última atividade no dia 23 de novembro. O encontro virtual conta com a participação da oficial de justiça do TJRS, Paula Mederos Rangel, e será transmitido em canal do YouTube.

Ao longo de três meses, o projeto abordou o processo penal desde a investigação policial até a sentença do juiz. “Não imaginamos que poderíamos ouvir tantas histórias e experiências, atingir tantas pessoas e termos respostas tão positivas”, comenta o professor Samuel Rivero, que divide a coordenação com a professora Marina Ghiggi.

O formato on-line possibilitou a participação de um grupo variado de convidados, inclusive de diferentes estados brasileiros e para além do próprio Direito. Rivero destaca a participação da professora Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer, da USP, e das idealizadoras do podcast Praia dos Ossos, Branca Vianna e a Flora Thomson-Deveaux.

 

Despedida e até breve

Para o encontro da segunda-feira (23), o tema escolhido foi “A importância dos oficiais de justiça no júri”. O coordenador do projeto adianta que será uma oportunidade de explorar os bastidores do Júri, algo pouco conhecido. “Será apresentado os movimentos, as dinâmicas e o trabalho dos profissionais, que, muitas vezes, correm sem serem vistos, mas que têm um papel fundamental na organização e na própria execução dos Júris”, comenta.

A oficial de justiça Paula Rangel deve compartilhar suas experiências, percepções e histórias junto ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Porém, esta participação não deve encerrar o projeto. Com o sucesso, os coordenadores já pensam em uma próxima temporada de lives para 2021.

 

Redação: Max Cirne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *